Notícia

PROVIDÊNCIA CAUTELAR: CLUBES DESMENTEM COMUNICADO DA AFVC

Em comunicado, a Associação de Futebol de Viana do Castelo (AFVC) informou que o Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) indeferiu a providência cautelar interposta por seis clubes da 1ª divisão distrital contra a AFVC e a Federação Portuguesa de Futebol (FPF), visando a suspensão da retoma do campeonato.

18 | fevereiro | 2021

Na resposta, os clubes signatários da providência cautelar (Âncora Praia FC, ADC Correlhã, Desportivo de Monção, UD Lanheses, Neves FC e S.C. Courense), desmentem a posição da associação representativa do futebol no Alto Minho, referindo que “tal informação não corresponde à verdade”.

De acordo com os clubes “o que sucedeu é que o Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) se declarou incompetente para dirimir o presente litígio, uma vez que a matéria em causa extravasa a competência específica do próprio TAD”.

Assim, adiantam, “o TAD considerou-se incompetente, em razão da matéria que lhe foi submetida, para julgar o litígio, ou seja, o TAD disse que não pode decidir este pleito, logo não decidiu a questão de fundo”. 

Esclarecendo que “a questão jurídica que opõe os clubes que apresentaram a providência cautelar à AFVC e FPF mantém-se vigente, até que a decisão seja proferida e consolidada”, os clubes contestam, ainda, a falta de transparência da associação vianense: 

“Antes de ser tão afoita em lançar um comunicado a deturpar a decisão, a AFVC devia preocupar-se com os seus associados e informá-los da realidade e da verdade”.

Últimas Notícias