Notícia

RIO AVE PREPARA “OPERAÇÃO MONÇÃO”

A diferença entre o Rio Ave, da Primeira Liga, e o Desportivo de Monção, da 1ª Divisão Distrital de Viana do Castelo, é enorme. Em todos os planos. Apesar disso, ninguém ganha antes do apito final e, como o futebol é uma “caixinha de surpresas”, tudo pode acontecer. 

A verdade é que neste jogo, de onze contra onze, não há vencedores antecipados e, tantas vezes, os que partem em desvantagem, conseguem surpreender e ganhar aos mais fortes. É, por isto, que a bola gera paixões e encaminha milhares de pessoas aos estádios. Desta vez, não. Que pena. 

Para os jogadores do Desportivo de Monção defrontar uma das melhores do campeonato nacional é uma honra e um orgulho. Os mais velhos acrescentam um capitulo no currículo. Os mais novos tem a possibilidade de se mostrarem num palco com grande visibilidade, aspirando a outros voos.  

Com argumentos mais sólidos, o Rio Ave, aparentemente, não está a descurar a deslocação a Monção. Na sua página oficial do Facebook, o clube tem feito várias publicações referentes à partida da 3ª eliminatória da Taça de Portugal, evidenciando a importância do encontro. 

Numa referência à nossa terra e, provavelmente, ao melhor vinho branco do mundo, refere “abram alas para a taça. Não há alvarinho, que bata esta casta. Operação “Monção” em andamento”. Mais à frente, um poema: “Do Rio Ave ao Rio Minho, de Vila do Conde a Monção, é a magia da taça e de futebol com emoção”. 

Monção a rimar com emoção. No domingo, com a sorte do nosso lado, porque vontade não vai faltar, talvez possamos entoar outra rima: “Monção é bom de bola, joga como um campeão, no confronto com o Rio Ave, causou uma verdadeira sensação”.

Últimas Notícias